Imprimir Compartilhar Enviar por e-mail

Assembleia Geral define rumos das negociações com o Governo em favor da categoria

Assembleia Geral define rumos das negociações com o Governo em favor da categoria

 

A Assembleia Geral dos Policiais Civis do Amazonas, realizada pelo SINPOL-AM em sua sede social na noite de ontem (05/05), apontou os rumos e ações para encaminhamento de propostas para negociação com o Governo do Estado.

 

O Presidente Moacir Maia após fazer a segunda chamada para a Assembleia apresentou os pontos a serem discutidos e votados para apresentar ao Governo as propostas do Sindicato em favor da categoria. Os pontos de pauta foram: 1) gratificação de cursos, 2) Projeto de Lei de Promoções, 3) Data-base, 4) Ticket alimentação.

 

A redução da carga horária, ponto este que despertou varias manifestações e onde o Presidente Moacir Maia expôs que o SINPOL-AM já esteve em conversa com a Delegacia Geral a fim de avaliar as possíveis mudanças na carga horária e que os estudos e propostas não são de agora com relação ao tema.  A proposta pensada e apresentada para o momento é de que o expediente possa ser adequado ao atualmente praticado pela Delegacia Geral. O expediente compreenderia o horário entre 8:00 (oito horas) e 14:00 (quatorze horas) e o plantão de 12x24 e 12x72  horas.

 

 

O Projeto de Lei de Promoções que está sendo estudado pela diretoria do SINPOL-AM foi apresentado em parte pela mesa diretora. Moacir fez a exposição de como poderá funcionar a execução da Lei caso seja aprovada. Exemplo: as classes seriam subdivididas em A, B, C e D, sendo a ascensão anual entre subclasse e a cada quatro anos haveria ascensão de classe: 4°, 3°, 2°, 1° e Especial, garantindo assim que não haverá mais o merecimento por indicação politica ou apadrinhamento ou indicação politica, o que tem ao longo dos anos causado prejuízos aos Policiais.

 

Moacir comentou sobre o projeto em questão. “Vejo como oportunidade imperdível esta em que podemos propor ao Governo do Estado um Projeto de Lei revisado e com propostas exequíveis que seguramente vão beneficiar a categoria e eliminar a prática perniciosa e injusta do sistema de promoções praticado atualmente. Temos um colega que hoje tem 45 anos de serviços e não chegou à classe especial, igualmente a este tem outros muitos casos, e isso precisamos corrigir, para tanto, estamos propondo um novo projeto de Lei que garanta a promoção automática, obedecendo a critérios, é claro, e que vai garantir que ao completar 19 anos de serviço o Policial Civil chegue a classe especial. Isso é garantir benefícios reais à categoria”. Destacou Maia.

 

Após aprovação de todos os pontos por unanimidade, ficou decidido que o SINPOL-AM ingressará com ação judicial para garantir que o governo pague as gratificações de curso, data-base e ticket alimentação.

 

Ao final da Assembleia ficou decidido que será composto um grupo de trabalho entre o SINPOL-AM, Delegacia Geral e Comissão especial para estudar, elaborar e expor as propostas que serão encaminhadas para negociação com o Governo do Estado, assim como, junto a Assembleia Legislativa para garantir a aprovação da Lei de Promoções que trará mais segurança e satisfação para a categoria.

 

 

Administração: Unidos para Avançar

Presidente - Moacir Maia de Freitas

Vice-Presidente – Odirlei Araújo

Diretor de Comunicação - Geraldo Filho

Assessor de Comunicação: Silvio Rodrigues

 

Comentários »


Enviar comentário




Lida 1009 vezes