Imprimir Compartilhar Enviar por e-mail

COMUNICADO – TICKET ALIMENTAÇÃO

COMUNICADO – TICKET ALIMENTAÇÃO

Diante do surgimento dos boatos de que o Governo do Estado pretende extinguir o benefício do ticket de alimentação dos servidores da Policia Civil do Amazonas, a Diretoria do SINPOL-AM, por intermédio do vice-presidente da referida entidade, Odirlei Araújo, assim como, os diretores Jaime Lopes e Fredson Bernardo se fizeram presentes nesta manhã, 12/11, no Comitê Gestor/ SEFAZ, oportunidade em que objetivavam obter esclarecimentos diretamente do Secretário Evandro Melo, responsável pela pasta suscitada, face a audiência previamente agendada pela sua assessoria.


Na mesma oportunidade, a Diretoria do SINPOL-AM pretendia cobrar celeridade na liberação dos recursos a fim de que a Delegacia Geral possa regularizar o pagamento do ticket alimentação dos servidores da PCAM no mês corrente, bem como, evitar a recorrência dos atrasos que comprometem o planejamento e, por consequência,  a qualidade de vida dos policiais civis, sobretudo, pelo valor ser irrisório do benefício mencionado.


Ocorre que o Secretário alegou de última hora que estaria impossibilitado de receber os referidos diretores, causando descontentamento e aborrecimento dada a relevância do tema para o SINPOL-AM, entretanto, o mesmo adiou a reunião com a diretoria para a data de amanhã (13/11) para tratar sobre as dúvidas suscitadas e apresentação de soluções, com a participação de representantes da empresa SODEXO.


Diante dos fatos e falácias, ou de uma “possível” intenção do governo do Estado em alterar qualquer direito adquirido pelos Funcionários da Policia Civil do Estado do Amazonas, salientamos que este sindicato tem pleno conhecimento do teor jurídico que assegurou o direito à alimentação dos trabalhadores Policiais Civis de forma diferenciada dos demais servidores públicos civis do Estado do Amazonas. Ademais, deixamos claro que se porventura haja qualquer tentativa concreta, via ALEAM, no intento de alterar a legislação em vigor, ameaçando qualquer direito adquirido e sinalizando qualquer tipo de prejuízo aos servidores por este sindicato representados, estamos atentos e IMEDIATAMENTE tomaremos providencias cabíveis para evitar qualquer ato lesivo a nossa categoria.


Alertamos que na Terra sagrada de Ajuricaba não se aceita e nem se dobram seus filhos diante de atos de injustiça, de qualquer que seja a natureza. Após a reunião com o Secretário, estaremos divulgando o resultado para conhecimento da categoria.

 

 

Manaus, 12 de novembro de 2015  

 

A Diretoria

Comentários »


Enviar comentário




Lida 1314 vezes