Imprimir Compartilhar Enviar por e-mail

Horário de expediente igual ao da DG é proposto pelo SINPOL-AM

Horário de expediente igual ao da DG é proposto pelo SINPOL-AM

A situação pela qual vem passando o Estado do Amazonas em virtude da conjuntura política e econômica na conjuntura crítica que tem forçado o Governo do Estado a adotar medidas austeras, fato que tem causado grande desconforto ao funcionalismo público estadual, especialmente ao quadro da Policia Civil.

 

A recorrência do atraso no pagamento do ticket de alimentação tem sido justo motivo para a reclamação da categoria que há mais de cinco meses vem comprometendo seu orçamento para sanar o problema causado pela falta do referido auxilio. Pior ainda é a situação de outros setores do serviço público estadual que tiveram seus auxílios alimentação cancelados por conta do momento de crise econômica e para compensar tal falta, o Governo do Estado adotou o horário de expediente reduzido de oito para seis horas de trabalho diário.

 

No caso em questão, a Polícia Civil vem trabalhando o horário de expediente de forma integral, ainda que sem o ticket alimentação que deixou de ser pago há mais de cinco meses. Exceção à regra foi o caso da Delegacia Geral que teve seu expediente reduzido também para seis horas diárias, o que para o sindicato não é algo ruim, mas que dentro do possível tem que ser feito de forma igualitária, ou seja, para todos.

 

Considerando o momento que se apresenta e o esforço dobrado que os Policiais Civis que trabalham em delegacias da capital e interior e que obedecem o horário de expediente convencional, e,  as reclamações que chegam a este sindicato, o SINPOL-AM por intermédio de sua Diretoria de Assuntos Jurídicos, protocolou na manhã de hoje na sede da Delegacia Geral o documento em que propõe ao Delegado Geral um plano de ação para a adaptação dos horários e equipes das demais delegacias para que haja alteração de horário de expediente sem que haja interrupção do atendimento  diário.

 

A proposta do SINPOL-AM é que haja um plano de trabalho nos moldes do Decreto 36.880/2016 do Governo do Estado para evitar injustiças com os que Policiais Civis que continuam trabalhando horário integral de expediente e plantão. O documento requer ainda que se faça um levantamento do quantitativo de pessoal e horários de serviço pelos Delegados titulares das diversas delegacias para embasar o estudo de reenquadramento do pessoal nas diversas atividades, tanto na capital quanto no interior do Estado, a fim de também manter o funcionamento regular dos serviços permanentes.

 

O Delegado Geral em exercício, Izair Soares recebeu as explicações e o documento das mãos do Diretor Jurídico Jaime Lopes e concordou com as razões expostas corroborando também com o pensamento de que se deve pensar e fazer o que seja melhor para todos e durante o encontro elogiou a atitude do SINPOL-AM pela busca de soluções e melhorias para o serviço da categoria. Igualmente assinalaram os Diretores dos Departamentos Jurídico, Policiamento do Interior e Policiamento Metropolitano, quando o Delegado Rozenildo Benedeto destacou que outras entidades apresentaram propostas de reenquadramento, mas sem base fundamental como fez o SINPOL-AM  e ao tempo em que parabenizou a iniciativa, se colocou a disposição para ajudar nas ações.

 

O Diretor Jurídico Jaime Lopes avaliou a ação. “Fiquei extremamente satisfeito com o resultado da reunião. O Delegado Geral foi bem receptivo com a ideia e os Diretores Jurídico, Metropolitano e Interior foram pares conosco quando se colocaram a disposição para ajudar a construir um novo momento onde todos poderão ser beneficiados com a revisão da carga horaria no expediente e no plantão, ao mesmo tempo em que a proposta que ora o SINPOL-AM apresenta, garante também a permanência do ticket, mesmo sabendo que este não pode ser suprimido, pois, está garantido em lei, é sempre bom destacar e foi o que fizemos. no mais, vamos acompanhar o processo e trabalhar junto com a Delegacia Geral para garantir que nossa proposta seja aceita e colocada em pratica para o bem de todos,” destacou Lopes.

 

A Diretoria do SINPOL-AM continuará estudando e buscando soluções para as demandas e necessidades da categoria, avançando nas lutas e crescendo nas conquistas em favor dos valorosos Policiais Civis do Amazonas.

 

 

Administração: Unidos para Avançar

Presidente - Moacir Maia de Freitas

Vice-Presidente – Odirlei Araújo

Assessor de Comunicação: Silvio Rodrigues

Comentários »


Enviar comentário




Lida 839 vezes