Imprimir Compartilhar Enviar por e-mail

I Copa SINPOL de Futebol Society chega ao fim com muita alegria

I Copa SINPOL de Futebol Society chega ao fim com muita alegria
Na noite de sábado 07 de junho aconteceu a grande final da I Copa SINPOL de Futebol Society. Dois jogos emocionantes e muito disputados marcaram o encerramento do evento. O primeiro jogo foi disputado entre os times da Seccional leste e a DEPCA, sendo a equipe da DEPCA a terceira colocada no placar final após vencer a Seccional leste em um jogo veloz e muito técnico por parte das duas equipes.
 
 
 
A disputa do primeiro lugar se deu entre as equipes do FERA  e do SINDEPOL, jogo este que fez o público presente vibrar em todas as jogadas. Mais de duzentas pessoas se fizeram presentes para prestigiar a grande final, qual foi marcada por um jogo de alto nível e onde cada jogador e cada torcedor estiveram todo o tempo eufóricos e gritando palavras de ordem em favor de suas equipes. No final do jogo pelo primeiro lugar da Copa, a equipe FERA sagrou-se campeã.
 
 
 
Foram entregues troféus e medalhas aos finalistas e alguns Policiais de referencia como o Delegado Petrônio Carvalho e o Investigador Alcimar Higlander fizeram as honras na entrega das premiações.
 
 
 
O Diretor de Esportes Eduardo Willeans comentou sobre o evento. ‘Chegamos ao fim de uma feliz experiência. Nesse momento, não posso conter a emoção em expressar a gratidão pelos colegas que nos apoiaram e incentivaram a realização desta Copa, evento pioneiro, e que, se Deus nos permitir, realizaremos outros. Nossa homenagem e reverencia ao saudoso companheiro EDSON COTA. Agradeço em especial toda a dedicação e o empenho do meu amigo e Diretor Jurídico Wladimir Botelho que doou muito de si para que a Copa se tornasse possível, ao Presidente Moacir que acreditou e investiu na construção do nosso estádio, ao Renato que sempre esteve pronto a nos ajudar e nunca se esquivou de qualquer situação para qual o procuramos, ao Bernardo que não mediu esforços para nos apoiar, a todos os diretores, funcionários, assessores, associados, a cada um que jogou, que torceu, que acreditou e acima de tudo a Deus’. Concluiu Eduardo.
 
 
 

Comentários »


Enviar comentário




Lida 788 vezes