Imprimir Compartilhar Enviar por e-mail

Mestre Osvaldo Alves recebe homenagem com centro de treinamento que terá seu nome

Mestre Osvaldo Alves recebe homenagem com centro de treinamento que terá seu nome

 Com a missão de resgatar crianças e adolescentes em situação de risco e oportunizar um espaço para inclusão de pessoas com deficiência no mundo das artes marciais, a Associação de Investigadores, Escrivães, Desenvolvimento Sociocultural e Apoio a Pessoa com Deficiência (Assinepol) vai inaugurar, no próximo sábado (10), o Centro de Treinamento (CT) de Artes Marciais Mestre Osvaldo Alves. O local funcionará como projeto social de  modalidades de artes marciais (Jiu-Jítsu, Judô, Capoeira, Kung-Fu, Luta Livre, Karatê  e Taekwondo), na Rua Independência, próximo da Quadra da Escola de Samba Unidos do Alvorada, Alvorada 1, zona centro-oeste de Manaus.

 

O Presidente da Assinepol, Luiz Junqueira, mais conhecido como investigador Branco, afirmou que o objetivo do CT será formar cidadãos, através do esporte. “Nossa organização é focada no trabalho para a comunidade. Esse centro foi idealizado para atender a demanda de um projeto social que temos e fazer o resgate de crianças que estão em áreas de vulnerabilidade social. Então, pensando nisso, temos uma proposta que o esporte é um dos melhores caminhos para resgatar esses jovens que estão em situação de risco como crimes, drogas e evasão escolar, além da prevenção a diversos males”, disse Branco.

 

O CT funcionará todos os dias da semana, nos períodos da manhã, tarde e noite. Branco explicou que para ser uma referência na cidade, a diretoria da associação decidiu homenagear o Mestre Osvaldo Alves. “O nome do Mestre Osvaldo Alves é por tudo que ele fez pelo esporte e pelas artes marciais representando mundialmente nosso Estado”, citou Branco.


O mestre Osvaldo Alves de Albuquerque, iniciador do jiu-jítsu no Amazonas, vai receber a homenagem pelos relevantes serviços prestados ao esporte e a sociedade amazonense, visto que muitos de seus discípulos são pessoas que tem trabalhado pelo bem de nossa sociedade, muitos destes desenvolvendo projetos sociais e educativos com crianças e jovens, além da representação em nível nacional e internacional do Estado do Amazonas em competições esportivas.


Osvaldo Alves, nascido no Estado do Acre, mudou-se com sua família para o Rio de Janeiro, quando era ainda criança, e na capital fluminense começou a treinar artes marciais na academia de um antigo campeão japonês chamado Fujimata. Aos 7 anos começou a treinar com a família Gracie e aos 17 recebeu uma bolsa de estudos da Universidade Gama Filho, para ir para o Japão e treinar numa das mais tradicionais escolas de judô do mundo, a Universidade Tenri.


Depois de 5 anos no Japão, optou por morar no Amazonas e trouxe com ele toda sua experiência na arte marcial, sendo o iniciador e o organizador do jiu-jítsu no Amazonas. Osvaldo Alves, com sua organização, conseguiu sistematizar as academias, reciclar os professores, reformar e organizar a federação e graduar campeões estaduais, como Ronaldo Jacaré e Fredson Paixão.


Osvaldo Alves foi também o diretor técnico da International Brazilian Jiu-Jítsu Federation (IBJJF). Ele é também procurado pelos melhores do jiu-jítsu para aperfeiçoarem suas técnicas. Lutadores como Amaury Bitetti, Paulo Filho, Rodrigo Minotauro, João Roque, Zé Mario Sperry, Paulo Caruso, Carlos Gracie Júnior, entre muitos outros, foram orientados por Mestre Osvaldo.


O evento contará com a presença de mestres e professores de varias modalidades de artes marciais, personalidades da politica amazonense como o Prefeito Artur Neto que é seu discípulo, de autoridades da segurança pública, da imprensa e de comunitários dos bairros do Alvorada e Dom Pedro que serão atendidos no CETAMMOA e que estarão reunidos para prestar a justa homenagem ao Mestre, e, mais ainda, por ser nesta data o dia de seu aniversário.

 

 

 

Administração: Unidos Para Avançar

Presidente: Moacir Maia

Assessor de Comunicação: Jornalista Silvio Rodrigues. MTE-AM 416

 

 

 

Comentários »


Enviar comentário




Lida 609 vezes