Imprimir Compartilhar Enviar por e-mail

NOTA DE ESCLARECIMENTO -KLEPER DOS SANTOS NEGREIROS

NOTA DE ESCLARECIMENTO -KLEPER DOS SANTOS NEGREIROS

O SINPOL-AM vem a público esclarecer os fatos ocorridos na noite do dia 05 de maio do corrente envolvendo o Policial Civil KLEPER DOS SANTOS NEGREIROS e uma guarnição da Policia Militar. Ocorrência apresentada ao 10 DIP na noite ontem, onde os membros da guarnição alegaram que o investigador teria transposto um bloqueio policial na Av. J, sem precisar o trecho, informaram também, que Kleper estaria alcoolizado, efetuado disparos contra a guarnição, resistido a prisão e ameaçado a guarnição com uma arma branca. Fato divulgado na imprensa local causando prejuízos morais ao investigador.

 

Quanto aos fatos, em síntese, de acordo com o Investigador Kleper, o mesmo trafegava na Avenida J com rua 5, no bairro do Alvorada, em veículo de sua propriedade, quando foi envolvido em um acidente de transito. Ocorre que, em decorrência do fato, o Investigador Kleper passou a ser perseguido por elementos em motocicletas não identificadas, assim como seus condutores, os quais efetuaram disparos de arma de fogo em sua direção, motivo pelo qual o mesmo foi obrigado a se deslocar em direção a sua residência localizada no bairro Dom Pedro com o fito de resguardar a sua segurança.

 

Insta salientar que Kleper não transpôs a qualquer barreira policial tampouco se opôs a obedecer qualquer ordem manifestamente legal. Sobretudo, por que apenas percebeu que estava sendo perseguido por Policiais Militares, que também efetuaram disparos contra ele, quando chegou ao seu imóvel onde foi agredido fisicamente, ofendido em sua honra, algemado, acusado de estar alcoolizado, o que não foi confirmado tecnicamente. Enfim, constrangido de inúmeras formas, submetido a injustiças e, consequentemente, apresentado ao plantão do 10 DIP.

 

Face ao exposto, o SINPOL jamais poderia deixar de se fazer presente para defender os direitos do sindicalizado, sobretudo, por entender que a conduta abusiva, arbitrária e excessiva dos policiais militares mencionada pelo investigador representou uma afronta a honrosa família polícia civil.

Quanto aos fatos mencionados em determinados meios de comunicação, deixamos claro que o SINPOL defende os interesses do POLICIAL CIVIL e jamais tentaria interferir no uso das atribuições da autoridade policial competente o qual agiu de modo técnico e imparcial, primando pela legalidade, agindo em conformidade com o seu ofício.

 

Manaus, 06 de maio de 2015

 

 

 

A Diretoria

Comentários »


Enviar comentário




Lida 1000 vezes