Imprimir Compartilhar Enviar por e-mail

Nota de solidariedade – 77 DIP

Nota de solidariedade – 77 DIP

O Sindicato dos Funcionários da Policia Civil do Estado do Amazonas, vem a público expressar solidariedade ao Delegado de Policia Civil, Adjunto da 77ª Delegacia Interativa de Polícia de Novo Airão, Guilherme Torres  e equipe.


Um fato lamentável ocorreu na ultima quarta-feira (11) naquele município, quando um elemento agora identificado como “estudante”, ameaçava a vizinhança com um facão e os populares solicitaram intervenção policial, qual foi atendida pelo Delegado Guilherme Torres e um Investigador daquela delegacia que foram em socorro dos populares ameaçados, e, chegando ao local, o elemento além de resistir a abordagem, ainda desferiu golpes com a arma branca contra o Investigador quase o vitimando fatalmente, visto que o mesmo sofreu escoriações da referida arma usada pelo cidadão infrator.


Diante dos fatos e temendo pela vida do colega que naquele momento corria o risco de ter sua vida ceifada por um elemento nocivo, que ameaçava a sua vizinhança e que atentou contra a vida do Policial, o Delegado se viu obrigado a reagir e atingiu o elemento agressor com dois tiros disparados contra este em um momento de tensão e medo de que o colega fosse vitimado, levando o cidadão infrator a óbito.


Não somos a favor de qualquer ação violenta, porém, entre a vida de um cidadão que diariamente arrisca sua vida em favor da segurança da sociedade e um cidadão infrator; não há hesitação em afirmar que para nós, mais vale um cidadão de bem. Ressaltamos ainda, que, a equipe de Policiais da Delegacia de Novo Airão, conta com o respeito e o apreço da população local, que nunca houve qualquer reclamação ou discórdia de qualquer cidadão de bem daquele município contra a equipe de policiais da 77 DIP. Assim, apresentamos nossa solidariedade aos companheiros da Delegacia de Novo Airão e afirmamos que toda a nossa Diretoria e Assessorias, estamos sempre à disposição dos nossos companheiros que cumprem suas obrigações com retidão e senso de justiça.


Por fim, não permitiremos que as imagens de nossos companheiros sejam maculadas. Estamos e continuaremos prontos a apoiá-los, pois, temos a certeza de que estes trabalham em favor da nossa sociedade com retidão e responsabilidade, a exemplo do que aconteceu há exatamente um ano com um companheiro lotado no município de São Paulo de Olivença que teve seu nome exposto de forma irresponsável, e, nós fizemos a justiça prevalecer e assim será sempre.


A sociedade é nossa mãe, a Polícia Civil é nossa família, o SINPOL-AM é nossa casa.


 

Manaus, de fevereiro de 2015

 

 

 

A Diretoria

 

Comentários »


Enviar comentário




Lida 1005 vezes