Imprimir Compartilhar Enviar por e-mail

Parabéns equipe DEHS. Suspeita será encaminhada à penitenciária feminina após desembarque em Manaus

Parabéns equipe DEHS. Suspeita será encaminhada à penitenciária feminina após desembarque em Manaus

 A Polícia Federal cumpriu  o mandado de prisão preventiva de  Marcelaine dos Santos Schumann, 36, que desembarcou no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, às 12h21, desta segunda-feira (5). Conforme o superintendente da Polícia Federal, delegado Marcelo Rezende, a suspeita passará por exame de corpo de delito, no Instituto Médico Legal (IML) e será encaminhada para a Penitenciária Feminina, localizada no quilometro 8, da BR-174.

 

 

Sobre o caso

 

Marcelaine dos Santos Schumann é suspeita de ser a mandante do atentado contra Denise Almeida da Silva, 34, e teve a prisão preventiva decretada, no mês passado, pelo juiz Mauro Antony, da 3ª Vara do Tribunal do Júri.

 

 

 

A vítima foi atingida com um tiro no pescoço, no estacionamento de uma academia, no Centro de Manaus, em novembro deste ano. No fim de dezembro, o advogado de Marcelaine, José Bezerra de Araújo, teve o pedido negado de revogação de prisão pelo Superior Tribunal de Justiça.

 

 

 

Segundo o delegado Paulo Martins, da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), um trio, acusado de participação no homicídio, disse que foi contratada por Marcelaine pelo valor de R$ 7 mil para matar Denise, pois pensava que a vítima tinha um relacionamento amoroso com um homem identificado como namorado dela. Em depoimento, Denise negou o caso, segundo o delegado.

 

 

 

Rafael Leal dos Santos, 25, o ‘Salsinha’, foi preso na casa de um avô, em Anori (a 200 quilômetros de Manaus). O universitário Charles Mac Donald Lopes Castelo Branco, 27, e Karem Arevalo Marques, 22, foram presos na Rua Miratinga, no bairro Jorge Teixeira, zona leste de Manaus, em residências diferentes, através de um mandado de prisão.

 

 

 

Todos confirmaram a participação no crime, segundo Martins, e contaram detalhes. Rafael disse que disparou três tiros, mas somente um acertou a vítima. Ele recebeu R$ 3.500. Karem recebeu R$ 200 por negociar o aluguel de um revólver. Ainda conforme Paulo Martins, no dia do crime, Marcelaine viajou para o Nordeste e voltou no dia 20 de novembro para Manaus, mas viajou novamente para os Estados Unidos.

 

 

Fonte. D24am

 

 

 

Administração Unidos para Avançar

Presidente Moacir Maia

Assessoria de Comunicação e Imprensa

Almir Cardoso e Silvio Caldas

 

 

 

Comentários »


Enviar comentário




Lida 713 vezes