Imprimir Compartilhar Enviar por e-mail

Policia Civil do Amazonas entre as melhores do Brasil. Quadrilha que assaltou Banco Itaú foi presa.

Policia Civil do Amazonas entre as melhores do Brasil. Quadrilha que assaltou Banco Itaú foi presa.

 Enquanto o inimigo das Policias fala mal, nós agimos em favor da sociedade.

 

Seis homens suspeitos de envolvimento no assalto ao banco Itaú, localizado na Avenida Brasil, bairro Compensa, no dia 15 de setembro, foram presos durante operação deflagrada por Policiais da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD), nesta quinta-feira 30. O dinheiro levado – R$680 mil – não foi recuperado.

 

O Delegado Orlando Amaral que coordena as investigações do caso, informou que oito pessoas foram identificadas por participação no crime, no entanto, até o momento, seis foram detidas. São eles: Álvaro Terço Ralph, 30, Jilly Cleoson de Souza Costa, 29, Maycon Lima de Castro, 30, Kenny da Silva Rodrigues, 43, Antônio Augusto Menezes de Souza, 41, e Jurizzon Saraiva da Silva, 31. Seis foram presos, mas a detenção dos outros dois é apenas uma questão de tempo’, assegurou o delegado. Os dois foragidos foram identificados como Lailton Monteiro de Oliveira e outro conhecido apenas como 'Soldadinho'.  As prisões ocorreram nos bairros Lírio do Vale, Aleixo e Compensa e Tarumã.

 

Segundo Amaral, o bando era liderado por Álvaro, que é envolvido com o tráfico de drogas e roubos a caixas eletrônicos em Manaus. Ele não só planejou o assalto, como, de acordo com o Delegado, também agiu dentro da agência. ‘Ele já foi preso pela DERFD. É um sujeito perigoso, que arquitetou tudo, inclusive sabemos que ele ficou observando a movimentação do banco, incluindo a saída de clientes, por mais de um mês até fazer o assalto no dia 15 de setembro’, explicou.

 

Conforme Amaral, para o assalto, os suspeitos alugaram dois ônibus para um suposto velório e os utilizaram para interditar os dois sentidos da Avenida Brasil, onde está localizado o banco. Eles entraram no agência armados com fuzis e metralhadoras, encapuzadas e trajando farda militar, após quebrar a vidraça com marretas para intimidar os funcionários e seguranças que foram feitos reféns. O malote de dinheiro, com R$680 mil, que o grupo levou não foi recuperado.

 

Com os suspeitos, ainda foram apreendidos uma pistola 380, um revólver calibre 38, dois carros (Fox vermelho, de placa NOW-5627; HB20 prata, de placa NOU-9322), duas motocicletas, dois quilos de cocaína e uma prensa grande para compactar a droga.

 

Para o delegado, é possível a participação do grupo em outros assaltos a banco. ‘Não podemos fornecer mais informações, porque as investigações ainda estão em andamento e estamos verificando o envolvimento desse grupo em outros roubos’, explicou o delegado.

 

O grupo será autuado em roubo, roubo consumado e formação de quadrilha, entre alguns suspeitos, será acrescentado o porte ilegal de arma de fogo. Eles serão encaminhados à Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa, no Centro.

 

 

Espíritos grandiosos sempre encontraram oposição violenta de mentes medíocres.

 

 

 

Administração – Por um Sinpol Forte

Presidente – Moacir Maia de Freitas

Secretário Geral – Renato Bessa

Assessoria de Comunicação e Imprensa :

Almir Cardoso e Silvio Caldas

 

Comentários »


Enviar comentário




Lida 943 vezes