Imprimir Compartilhar Enviar por e-mail

Prefeito agora já admite uso de armas letais pela Guarda Municipal de Manaus

Prefeito agora já admite uso de armas letais pela Guarda Municipal de Manaus

 Arthur Neto disse, na posse de Sérgio Fontes, que fará um convênio com a SSP para ‘adestrar’ guardas

 

O prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB), que, em novembro do ano passado, descartou o uso de armas de fogo pela Guarda Municipal, admitiu, nessa quarta-feira (21), a possibilidade do uso de armas letais. Arthur disse que está conversando com o secretário de Estado de Segurança Pública, Sérgio Fontes, empossado nessa quarta, sobre “adestrar” os guardas municipais no uso de armas não letais, além dos cassetetes que já são utilizados, para, futuramente, partir para o uso de armas letais.

 

O prefeito informou que fará um convênio com o governo do Estado. “Já falei com o Sérgio Fontes para ele adestrar a nossa Guarda Municipal. Nós vamos ampliar o número de guardas, é o que eu pretendo e vamos adestrar o que já temos, com o objetivo de criar uma Guarda Metropolitana, que teria uma Ouvidoria e uma Corregedoria, para que a gente possa pensar em conceder aos guardas municipais o porte de armas não letais. Mas não dá para dar a arma e não ter uma Corregedoria para punir os excessos. Num futuro, a Guarda pode até ter armas letais, isso é um processo”, afirmou.

 

 

A declaração foi dada na cerimônia de posse de Fontes, na sede do governo.

 

Em novembro do ano passado, Arthur declarou ao Portal D24AM que não concederia o uso de armas letais ou não letais à Guarda Municipal, pois não havia um porquê e nem estrutura para conter excessos. “Armar, nem pensar. Armar para quê e como? Uma guarda que não tem Corregedoria. Para eles merecerem isso, vão ter que primeiro se enquadrar às regras de disciplina que eu vou colocar para eles com clareza”, disse o prefeito. Na época, Arthur disse que o armamento não é um “brinquedinho” de Natal. “Isso não é um brinquedinho de Natal, que eu possa dizer: olha meu filho, você ganhou um revólver”, disse. 

 

Sérgio Fontes confirmou a conversa com o prefeito e disse que deseja instalar um núcleo de treinamento para os guardas municipais usando a estrutura da Prefeitura e verba federal, o que daria condições para instalar esse sistema. “Nós temos interesses nos guardas municipais, pois eu já vi funcionar. Onde a guarda municipal atua, a polícia fica liberada para trabalhar”, disse Fontes.

 

Após tomar posse, Sérgio Fontes explicou que trabalhará em convencer os prefeitos a investirem em suas guardas e que o treinamento será mais voltado para a contenção. “Nós não estamos falando em armamento, estamos falando em treinamento com gás de pimenta, operações e armas não letais e nosso trabalho é para oferecer um reforço, pois elas fazem parte do sistema da segurança pública”, disse.

 

O uso de armamento é uma pauta constante das reivindicações do guardas municipais.  Eles reivindicam o cumprimento da Lei nº 1.332/2014, sancionada pelo governo federal, que estabelece o uso de arma de fogo durante o trabalho aos profissionais de segurança.

 

Também durante a posse, o governador do Amazonas, José Melo (PROS), falou sobre reforma administrativa, que só deve ser anunciada no dias 2 ou 3 de fevereiro, e sua intenção de fundir a Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) à SSP-AM. O governador disse que foi orientado por Sérgio Fontes de que a ação não era a correta e que o melhor é transferir as atribuições sociais da Sejus para a Secretaria de Estado da Assistência Social (SEAS), deixando apenas o cuidado com as penitenciarias com a SEJUS.

 

O novo delegado-geral da Polícia Civil, Orlando Amaral, também tomou posse e confirmou os nomes do novo delegado-geral adjunto, Raimundo Nonato de Souza Acioly, antes, Coordenador da Força-Tarefa da SSP-AM e do novo delegado da Delegacia Especializada de Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD), Adriano Félix Claudino da Silva, que antes estava à frente do 25º Distrito Integrado de Polícia (DIP). 

 

A posse do novo comandante-geral da Polícia Militar (PM), coronel Gilberto de Andrade Gouvêa, está marcada para as 10h de hoje, no Comando Geral da PM.

 

 

Fonte: D24am

 

 

Administração Unidos para Avançar

Presidente Moacir Maia

Diretor de Comunicação Geraldo Filho

Assessores: Almir Cardoso e Silvio Caldas

 

Comentários »


Enviar comentário




Lida 738 vezes