Imprimir Compartilhar Enviar por e-mail

Rebelião em Rio Preto da Eva. O SINPOL-AM há muito pede providências.

 Rebelião em Rio Preto da Eva. O SINPOL-AM há muito pede providências.
 

 

 

 

Há mais de dois anos a diretoria do SINPOL-AM   vem realizando a Blitz do SINPOL com ações de visitas às delegacias da capital e interior. Durante as visitas tem-se constatado a dificuldade para se trabalhar e conviver nesses ambientes insalubres e perigosos, visto que muitas delegacias visitadas abrigam inclusive presos de justiça até o momento, apesar da insistência do SINPOL-AM junto às autoridades responsáveis pela segurança pública em todos os níveis.
 
A delegacia do município do Rio Preto da Eva é somente um dos muitos casos denunciados. Iranduba, Itacoatiara, Novo Airão e o Rio Preto da Eva que ora ganha os noticiários de forma negativa, foram visitados várias vezes.

http://www.sinpol-am.org.br/site/arquivos/imagens/imgeditor/IMG_0579.JPG 
 
Calamidade e perigo na delegacia de Rio Preto da Eva
 
 
No ano passado fugiram nove presos perigosos daquela delegacia, numa madrugada em que eles abriram um buraco na parede da carceragem usando um martelo e uma marreta, que seus comparsas conseguiram jogar através da torre de ventilação, com ajuda de cordas. Apenas dois presos foram recapturados. A situação se agrava ainda mais porque uma sala ao lado da “recepção” da delegacia foi improvisada para confinar somente mulheres que também são presas de Justiça e praticaram crimes de tráfico de drogas. Em 26 de setembro de 2013 foram 22 os presos que fugiram após rebelião com queima de colchões e graves ameaças aos policiais plantonistas depois de terem feito atos de rebelião e ameaças em 2012.
 
Desta vez foram 31 presos gritando e balançando as grades da cela pela falta de comida e espaço nas celas do 36° Distrito Integrado de Polícia (DIP), que possui apenas duas celas, com capacidade de quatro pessoas cada.
 
A Delegacia do Rio Preto da Eva tem apenas dois policiais para cada plantão. A delegacia não tem muro na frente nem nas laterais e o único muro que existe nos fundos do 36º DIP, é do cemitério do município, o que só aumenta o perigo de vida tanto para os policiais de plantão como também para os presos.
 
A situação foi contida a tempo quando o policial plantonista percebeu a movimentação suspeita e o momento em que os presos quase abriram uma das celas. Após o pedido de reforço, os presos passaram a gritar e tentar quebrar as grades, gritando também palavras de ameaças aos plantonistas. Por volta das 23h, policiais da ROCAM e do grupo Fera vindos de Manaus fizeram a retirada dos presos, transferindo 11 deles para Manaus. 
 
 
 
 
 
O descaso várias vezes denunciado pelo SINPOL-AM em sua página oficial e os pedidos de providências feitos às autoridades não tiveram a merecida atenção, apesar de fatos ocorridos, felizmente sem maiores prejuízos aos servidores da Policia Civil. Desde a Presidência do Tribunal de Justiça do Amazonas, Presidente do Grupo de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário do Estado, Secretaria Justiça, Delegacia Geral, Ministério Público Estadual, Secretaria de Segurança e imprensa, tendo somente desta última alguma resposta, já que tem sido parceira e ecoado nossos gritos.
 
 
 
 
Na delegacia de Rio Preto da Eva já se tornaram recorrentes as rebeliões e descasos sem que as devidas providências solicitadas pelo SINPOL-AM sejam tomadas. A remoção dos 11 presos do ultimo ato só foi possível porque sabem as autoridades da segurança pública que o SINPOL-AM vai fazer barulho. Exemplo disso foi com relação à transferência de 25 elementos presos da delegacia do Iranduba. Tememos o pior na delegacia de Novo Airão que no momento é um potencial barril de pólvora com rastilho aceso, sem deixar de considerar que a situação no Iranduba voltou a se agravar.
 
Tememos pela insegurança a que são expostos os trabalhadores da “SEGURANÇA”, por isso alertamos as autoridades que se daqui por diante as devidas providencias, tantas e exaustivas vezes por nós solicitadas não forem tomadas, partiremos para a atitude radical, considerando que nossas vidas valem muito mais para nós e para as nossas famílias e pessoas de bem da sociedade que as de elementos infratores. Já dissemos e repetimos: NÃO SOMOS CARCEREIROS, TAMPOUCO GUARDADORES DE ENTULHO HUMANO. Se o Governo determina encarceramento, que este garanta suas condições de funcionamento e manutenção.
 
Confira nos links abaixo algumas matérias sobre as ações do SINPOL-AM relativas ao tema em questão.
 
http://www.sinpol-am.org.br/site/noticia/delegacia-no--presdio-e-policial-no--carcereiro.-at-quando-artigo-por-odirlei-araujo/    

 

http://www.sinpol-am.org.br/site/noticia/blitz-do-sinpol-am-volta-ao-rio-preto-da-eva-e-constata-recorrncia-de-irregularidades-em-delegacia/

 

http://www.sinpol-am.org.br/site/noticia/calamidade-e-perigo-na-delegacia-de-rio-preto-da-eva/

 

http://www.sinpol-am.org.br/site/noticia/policiais-civis-da-delegacia-do-rio-preto-da-eva-trabalham-em-condies-precrias.-diretores-do-sinpol-am-foram-ao-local-e-constataram-o-estado-de-abandono./ 

 

http://www.sinpol-am.org.br/site/noticia/o-descaso-continua.-calamidade-perigo-e-sofrimento-na-delegacia-de-rio-preto-da-eva./     

 

http://www.sinpol-am.org.br/site/noticia/diretores-do-sinpol-am-visitam-tj-am-em-busca-de-solues-para-os-problemas-das-delegacias-do-interior./ 

 

http://www.sinpol-am.org.br/site/noticia/diretoria-do-sinpol-am--recebida-pelo-desembargador-sabino-marques/

 

http://www.sinpol-am.org.br/site/noticia/sinpol-am-ingressou-no-ministrio-pblico-estadual-com-denuncias-sobre-os-casos--dos-presos-em-delegacias-do-interior/ 

 

http://www.sinpol-am.org.br/site/noticia/presidentes-do-sinpol-e-aepol-discutem-com-sejus-solues-para-carceragem-no-interior/

 

http://www.sinpol-am.org.br/site/noticia/polcia-civil-transfere-25-detentos-de-iranduba-para-a-cadeia-pblica-vidal-pessoa-em-manaus/

 

http://www.sinpol-am.org.br/site/noticia/policiais-civis-de-itacoatiara-denunciam-pssimas-condies-de-trabalho/

 

 http://www.sinpol-am.org.br/site/noticia/policiais-denunciam-pssimas-condies-de-trabalho-no-14o-dip/

 
Administração: Unidos para Avançar
Presidente - Moacir Maia de Freitas
Vice-Presidente – Odirlei Araújo
Diretor de Comunicação - Geraldo Filho
Assessor – Silvio Rodrigues
 
 

 

Comentários »


Enviar comentário




Lida 1679 vezes