Imprimir Compartilhar Enviar por e-mail

Servidores públicos fecham avenida em protesto na Zona Oeste de Manaus

Servidores públicos fecham avenida em protesto na Zona Oeste de Manaus

Participaram do protesto professores municipais e estaduais, associação dos cabos e soldados, Associação de Subtenentes e Sargentos do Amazonas, Sindicato dos Funcionários da Polícia Civil do Estado do Amazonas (Sinpol-AM), além de bombeiros, escrivães e investigadores e peritos de polícia. Os grupos reivindicaram promoções. Eles também criticaram o posicionamento do governador José Melo, que, no fim da semana passada, afirmou que não deve reajustar salários de servidores.

Pela manhã, 600 pessoas realizaram o ato em frente à Arena Amadeu Teixeira, segundo a assessoria do Comando da Polícia Militar. A organização do movimento informou que mais de 2 mil pessoas aderiram ao momento, sendo ao menos 1 mil professores e mais de 1 mil policiais.

Da Constantino Nery, os servidores seguiram para a Avenida Brasil e ocuparam, por cerca de 15 minutos, o trecho localizado em frente à sede da Prefeitura. Durante a carreata, os manifestantes ergueram cartazes e utilizaram carro de som. Eles chegaram a cantar o Hino Nacional durante a caminhada, que seguiu para a sede do Governo do Amazonas. Por volta das 13h20, eles permaneciam no local à espera de respostas.

No começo da tarde, uma comissão composta por representantes das categorias manifestantes foi recebida pelo coronel Wilson Martins, da Casa Militar. A reunião deve discutir uma solução para as reivindicações.


http://g1.globo.com/am/amazonas/noticia/2015/04/servidores-publicos-fecham-avenida-em-protesto-na-zona-oeste-de-manaus.html

Comentários »


Enviar comentário




Lida 903 vezes