Imprimir Compartilhar Enviar por e-mail

SINPOL – AM realiza ato público em apoio ao movimento nacional com sucesso

 SINPOL – AM realiza ato público em apoio ao movimento nacional com sucesso

Conforme divulgado pela imprensa local desde a tarde de ontem 20-05, policiais civis do Estado do Amazonas liderados pelo SINPOL realizaram na manhã desta terça-feira-21, ato público em apoio ao movimento chamado pela Confederação Brasileira dos Trabalhadores Policiais Civis aos atos realizados inclusive com paralisação das policias em 17 Estados brasileiros e Distrito Federal. 
 
Em alguns estados a paralisação vai durar 24 horas de acordo com o planejamento da COBRAPOL. No Amazonas o SINPOL-AM, em comum acordo com diretores e todas as demais entidades representantes da categoria dos policiais civis, decidiram apenas manifestar apoio através de ATO PÚBLICO que teve por objetivo endossar as pautas apresentadas pela COBRAPOL e chamar a atenção da sociedade para a importância, reconhecimento e valorização do Profissional da Segurança Pública.
 
 
O ato que começou às 10 horas e se estendeu até as 12 horas contou com mais de 100 policiais, membros de outras categorias de trabalhadores como Bombeiros Militares, Bombeiros Civis, Policiais Militares, Jornalistas, Professores, Comerciários, dentre outros e com a boa aceitação da sociedade. Os presidentes do SINPOL-AM, da Força Sindical Vicente Filizola, da Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB), James Figueiredo, o Diretor de Comunicação da COBRAPOL Aluisio Pereira, diretores e policiais fizeram uso da palavra e expuseram de forma clara e convincente as razoes do ato local e das ações nacionais.
 
 
No decorrer do manifesto de apoio os policiais civis presentes também distribuíram panfletos com "DICAS DE SEGURANÇA" para as pessoas que passavam pelas Avenidas Sete de Setembro e Eduardo Ribeiro em carros ou a pé.
 
 
A imprensa local esteve presente em massa atendendo ao pedido da Assessoria de Comunicação e Imprensa do SINPOL que mobilizou para o ato.  Nas entrevistas concedidas Moacir Maia deixou claro que não se tratava de uma greve ou paralisação da Polícia Civil, até porque as negociações e a pauta de reivindicações da categoria já foram entregues ao Governo do Estado e estão passando por estudos técnicos.
 
 
"Somos uma categoria que sempre fez muito pela segurança pública da sociedade de um modo geral. E agora que todas as polícias civis do Brasil precisam de melhorias substanciais, queremos dar mais sangue, suor e trabalho em defesa dos cidadãos, então abraçamos uma luta aqui no Estado e no país inteiro, por isso, este ATO PÚBLICO. Agradecemos a população pela compreensão e apoio e a imprensa que também tem sido nossa parceira, a quem agradecemos a cada jornalista e membro de equipe que esteve conosco nesta iniciativa", concluiu Moacir Maia.
 
Almir Cardoso
Silvio Caldas
(Assessoria de Comunicação e Imprensa do SINPOL-AM)
 
 
 
 
 
             
 

Comentários »


Enviar comentário




Lida 807 vezes