Imprimir Compartilhar Enviar por e-mail

SINPOL-AM apela da sentença que julgou improcedente reajuste dos tickets

SINPOL-AM apela da sentença que julgou improcedente reajuste dos tickets

No dia de hoje 18-08, o presidente do SINPOL-AM Moacir Maia e a Advogada do SINPOL-AM Renata Cabral, ingressaram com Recurso de apelação , em busca de solução para o caso do reajuste

nos valores do ticket alimentação dos funcionários da Policia Civil, considerando que o Juiz que julgou o processo considerou o mesmo improcedente.

Moacir Maia comentou os fatos. ‘Temos afirmado que a luta é árdua e que as dificuldades muitas vezes são desalentadoras. Só quem vive a luta diária é que sabe o peso e a dificuldade para enfrentá-las, mas ainda estamos e campo e não vamos desistir. Muitos colegas podem pensar que é comodismo ou inércia, mas o histórico do processo pode confirmar o que dizemos. Estamos entrando com  a apelação contra a decisão e em ultimo caso, tentaremos o acordo direto com o Estado para que alcancemos nosso objetivo que é o reajuste no valor do ticket, e, se Deus quiser vamos vencer essa batalha’. Afirmou Maia.

Confira o histórico do processo e veja o quanto o SINPOL-AM tem se esforçado para o reajuste dos valores do ticket.

 

Processo:

0618472-58.2013.8.04.0001 Julgado

Classe:

Ação Civil Pública    

Área: Cível

Assunto:

Indenização por Dano Material

Distribuição:

23/07/2013 às 09:04 - Automática

1ª Vara da Fazenda Pública Estadual - Capital - Fórum Ministro Henoch Reis

Controle:

2013/000324

Valor da ação:

R$ 380,00

Custas:

Visualizar custas

Partes do Processo

Requerente:             Sindicato dos Funcionários da Polícia Civil do Estado do Amazonas

Advogado: Fábio Moraes Castello Branco 

Advogada: Renata Andréa Cabral Pestana Vieira 

Advogada: Aline Maria Pereira Mendonça Landim 

Requerido:    O Estado do Amazonas

Procurador: Roberta Ferreira de Andrade Mota 

Exibindo 5 últimas.   >>Listar todas as movimentações.

Movimentações      

Data               Movimento

31/07/2014               Certidão Expedida

Relação :0117/2014 Data da Disponibilização: 31/07/2014 Data da Publicação: 01/08/2014 Número do Diário: 1500 Página: 76/78

30/07/2014               Nota Finalizada / Encaminhada para publicação

Relação: 0117/2014 Teor do ato: Decisão. Pelo exposto, JULGO IMPROCEDENTE o pedido, nos termos da fundamentação. Por conseguinte, declaro EXTINTO O PROCESSO, COM RESOLUÇÃO DO MÉRITO, nos termos do art. 269, I, do Código de Processo Civil. Honorários advocatícios pelo Requerente, arbitrados em R$ 1.500,00 (mil e quinhentos reais). Custas pelo Requerente, na forma da lei. P.R.I. Advogados(s): Aline Maria Pereira Mendonça Landim (OAB 3242/AM), Fábio Moraes Castello Branco (OAB 4603/AM), Renata Andréa Cabral Pestana Vieira (OAB 3149/AM), Roberta Ferreira de Andrade Mota (OAB 2334/AM)

29/07/2014                Com Resolução do Mérito

Decisão. Pelo exposto, JULGO IMPROCEDENTE o pedido, nos termos da fundamentação. Por conseguinte, declaro EXTINTO O PROCESSO, COM RESOLUÇÃO DO MÉRITO, nos termos do art. 269, I, do Código de Processo Civil. Honorários advocatícios pelo Requerente, arbitrados em R$ 1.500,00 (mil e quinhentos reais). Custas pelo Requerente, na forma da lei. P.R.I.

10/03/2014               Conclusos para Sentença

07/03/2014                Parecer Expedido

Parecer 30PJ

Petições diversas   

Data   Tipo

13/09/2013    Contestação

29/10/2013    Impugnação à Contestação

22/01/2014    Petição Simples

18/08/2014    Recurso de apelação

 

 

 

Administração Por Um SINPOL Forte

Presidente - Moacir Maia de Freitas

Secretário geral - Renato Bessa

Assessoria de Comunicação e Imprensa:

Almir Cardoso / Silvio Caldas

 

Comentários »


Enviar comentário




Lida 1428 vezes